Polícia diz que alvo da chacina do RJ é ex-miliciano morto que teria se associado ao tráfico

O ataque a tiros em um bar em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, na noite de sábado (29), deixou quatro mortos, 13 feridos e trouxe pânico aos moradores da região. O principal alvo dos tiros, Luiz Gustavo de Lima, conhecido como Balrog, era um ex-miliciano que teria se aliado ao tráfico. A Polícia Civil investiga se a saída dele da milícia teria motivado o crime.

Em um vídeo em rede social, Balrog aparece dizendo: “A meta é matar milícia”. Balrog teria sido expulso da milícia da Nova Aurora e se aliado a traficantes.

Uma testemunha contou os momentos de terror que passou no Bar do Peixe, no bairro Vila Dagmar.

“Deram tiro pra tudo quanto é lado. Todo mundo correndo em desespero, sem saber o que tava acontecendo. Família, criança, idoso, mãe se jogando no chão. Todo mundo”

Segundo essa pessoa, que não quis se identificar, o local era muito frequentado por famílias inteiras, e estava cheio na hora do atentado.

“Fizeram esse bar lá mais pros familiares, como lá não tem muita coisa pra curtir, fizeram esse lá, Bar do Peixe. Criança, muita criança, muita gente idosa. Filme de terror, mesmo. Ninguém esperava isso. Foi uma coisa do nada, entendeu?”

https://www.sexshopamorefantasia.com.br/

Entre os mortos está o músico Jorge Vitor, percussionista da banda Nosso Grupo, que se apresentava no local. Ele será enterrado às 14h30, no cemitério municipal de Nova Iguaçu, também na Baixada. Jorge deixa 2 filhos, um de 6 meses e outro de 4 anos.

FONTE- G1

IB TV Notícias

Fique bem Informados com a IB TV Notícias

COMENTE

%d blogueiros gostam disto: