Mulheres são agredidas ao tentar evitar roubo de moto em Ribeirão Preto: ‘covardia muito grande’

Duas mulheres foram agredidas por criminosos ao tentar evitar o roubo de uma moto no Planalto Verde, zona norte de Ribeirão Preto (SP), nesta quinta-feira (4). O crime foi registrado por câmeras de segurança. Ninguém foi preso.

“É uma covardia muito grande”, afirmou a costureira Matilde Melo Pinheiro de Oliveira, uma das vítimas dos ladrões.

A Polícia Militar informou ter aumentado o patrulhamento na região e que a moto roubada ainda não foi encontrada.

O assalto aconteceu por volta das 10h na Rua Dr. Wilson José de Mello. As imagens de uma casa vizinha mostram que, logo depois que as duas amigas chegam de moto em casa, a costureira desce da garupa para abrir o portão. Nesse instante, elas são surpreendidas e rendidas por dois homens e outra moto.

Câmeras registram roubo a mulheres no Planalto Verde em Ribeirão Preto (SP) — Foto: Reprodução/EPTV

Câmeras registram roubo a mulheres no Planalto Verde em Ribeirão Preto (SP)

“A gente vinha com calma e dobrou a esquina do quarteirão de casa. Ela [amiga] parou no portão enquanto desci pra abrir o portão. No que virei, já estavam a agredindo. Um a agredindo e outro me agredindo. A moto caiu por cima dela”, diz Matilde.

Durante a ação, a costureira gritou pedindo ajuda ao marido e foi encurralada por um dos criminosos, enquanto a outra enfrenta o comparsa na tentativa de evitar que a moto dela fosse levada. O veículo chegou a cair em cima dela.

Segundo Matilde, um dos ladrões a arranhou no braço e arrancou sua pulseira. “Ele queria desesperadamente arrancar minha aliança, mas não conseguiu. Depois que ela [amiga] conseguiu remover o baú [da moto de cima dela] ele me deixou e pegou a moto”, conta.

A costureira conta que a amiga ainda tentou evitar que os criminosos fugissem com a moto, mas não conseguiu.

Vítima tentou evitar roubo de moto e acabou agredida em Ribeirão Preto — Foto: Reprodução/EPTV

Vítima tentou evitar roubo de moto e acabou agredida em Ribeirão Preto

“Ela segurando a moto e ele acelerando a moto. Com meus gritos, meu marido veio, mas não conseguiu abrir a porta e eles simplesmente pegaram a moto e foram e a gente ficou atrás sem saber o que fazer.”

Depois do que aconteceu, Matilde reconhece que correu riscos ao reagir aos assaltantes, mas não esconde a revolta diante da covardia dos criminosos. Ela afirma que já foi assaltada outras três vezes, quando perdeu o telefone celular.

“Não é assim confortável de jeito nenhum, a polícia diz, não reage, mas alguém tem que ensinar como a gente vai entregar algo que é nosso pra alguém que a gente não conhece. Eu não sei fazer isso. Sei que foi perigoso pra gente, a gente não sabia se eles estavam armados, pelo menos eu não vi armas, não mostraram armas pra gente, mas poderiam estar armados”, diz.

A costureira Matilde Melo Pinheiro de Oliveira, vítima de assalto no Planalto Verde, em Ribeirão Preto (SP) — Foto: Reprodução/EPTV

A costureira Matilde Melo Pinheiro de Oliveira, vítima de assalto no Planalto Verde, em Ribeirão Preto

FONTE G1

IB TV Notícias

Fique bem Informados com a IB TV Notícias

COMENTE

%d blogueiros gostam disto: