Escândalos Que o Discovery Channel Tentou Esconder

O Discovery Channel deveria ser sobre descobertas, não é mesmo? Mas atualmente o que estamos descobrindo são novos escândalos envolvendo o elenco e a equipe dos programas do canal.

A Discovery Communications, proprietária do Discovery Channel, do TLC e do Animal Planet, está habituada à controvérsia, seja enganando o público ou algo muito pior. A rede tem reality shows crivados de criminosos condenados – alguns dos quais são até pedófilos. Embora essas notícias geralmente levem ao cancelamento de um programa, é impossível não se perguntar por que o Discovery Channel parece ser um ímã para esse tipo de comportamento.

Dê uma olhada nos maiores escândalos da história do Discovery Channel. Você não acredita que essas pessoas puderam realmente lucrar com o mau comportamento dos outros.

https://www.sexshopamorefantasia.com.br/

A misteriosa demissão de Bear Grylls

Não há muito que Bear Grylls não faça (ele até bebeu sua própria urina para sobreviver). Porém, o canal americano resolveu encerrar seu vínculo depois que o britânico se negou a participar de dois novos projetos além de “À prova de tudo” com os quais, aparentemente, havia se comprometido.

Em vez de deixá-lo ficar apenas com o programa que o tornou famoso, eles decidiram demiti-lo por indisciplina. “À prova de tudo” ficou no ar por seis temporadas graças às aventuras nas quais Bear Grylls era exposto com o objetivo de mostrar técnicas de sobrevivência em um ambiente hostil.

A Grande Família do Alasca nem sequer é do Alasca

“A Grande Família do Alasca” tem sido objeto de muita controvérsia porque as pessoas não têm certeza de quanto do programa é realmente verdade. O reality tem como ideia central mostrar o cotidiano de uma família americana que vive há mais de 30 anos em locais isolados do estado do Alasca. Acontece que os participantes nem sequer são do Alasca e, de acordo com uma pesquisa feita pelo noticiário local, o reality foi filmado bem perto do centro da cidade.

Acusados de fraude

São muitas polêmicas envolvendo os participantes de “A Grande Família do Alasca”. De acordo com a descrição do Discovery Channel para o reality show, os membros da família Brown vivem “tão distante da civilização que muitas vezes passam de seis a nove meses do ano sem ver um estranho”. Mas isso não parece ser tão verdade.

Em 2015, a família foi pega mentido sobre a vida no Alasca. Os Browns supostamente alegaram viver no sudeste do Alasca para receber uma quantia em dinheiro, concedida pelo Governo às pessoas que residem lá em tempo integral. O programa permite ausências de 180 dias, ou até mais, por uma das 16 razões específicas, como serviço militar, educação ou necessidades de cuidados de saúde a longo prazo. Porém, eles não cumpriram este acordo por alguns anos e, por isso, foram condenados.

https://www.sexshopamorefantasia.com.br/

Cody Lundin revelou que sua dupla tentou matá-lo

O reality show de sobrevivência da Discovery, “Duel Survival”, foi alvo de polêmica quando o apresentador Cody Lundin entrou com uma ação contra a rede. O motivo? Ele teria sofrido ameaça de morte do co-apresentador Joe Teti durante as filmagens do programa em uma montanha da Noruega. De acordo com Lundin, os produtores faziam parecer que ele estava perdendo a cabeça, mas na verdade ele estava sendo ameaçado com um machado por Teti.

Esta foi a segunda vez que Lundin foi ameaçado por seu co-apresentador, que também tentou atingi-lo com uma lança quando estavam filmando no Havaí.

Equipe de “Largados e Pelados” teria ajudado concorrente

O popular programa de sobrevivência da Discovery, “Largados e Pelados”, foi recebido com muita controvérsia quando os participantes alegaram que o reality show era tão verdadeiro assim. Toda semana, um homem e uma mulher são colocados no deserto por 21 dias e forçados a descobrir como sobreviver. Se a produção ajuda os competidores, isso anula o propósito do programa.

De acordo com o “Daily Mail”, o programa supostamente alimentou um concorrente do sexo feminino com pão, arroz e comida para bebês, quando ela ficou doente. Ela também recebeu um suporte especial para evitar uma possível desidratação. Obviamente, o competidor precisava de ajuda porque sua vida estava em risco. No entanto, foi completamente desonesto não avisar o público que houve uma ajuda por conta da circunstância.

Cenas ensaiadas?

No final da terceira temporada de “Largados e Pelados”, Honora Bowen competiu ao lado de Matt Struzel no Brasil. Matt completou o desafio, mas Honora desistiu depois de desmaiar por insolação e desidratação. Algum tempo depois, Honora fez algumas revelações em seu blog sobre os bastidores do programa. Ela alegou que foi coagida a iniciar uma discussão com Struzel durante as filmagens para deixar o episódio mais dramático.

Ela também disse que os produtores a treinaram para fazer declarações sobre seu passado e seu relacionamento com o pai que não eram verdade. Ela ainda revelou que não desistiu por causa do esgotamento físico. Ela desenvolveu um problema na bexiga e mesmo assim os produtores não a deixaram sair, embora ela tenha pedido várias vezes. Então ela acabou fingindo um desmaio para forçar sua saída do programa.

https://www.sexshopamorefantasia.com.br/

Apenas sorte?

“Caçadores de Relíquias” acompanha os amigos de infância Mike Wolfe e Frank Fritz, que viajam pelos Estados Unidos em busca de artefatos raros e tesouros nacionais. Eles ainda recebem ajuda da gerente Danielle, enquanto procuram por coleções antigas. É claro, o que eles descobrem é real, mas algumas coisas não são reveladas.

Na verdade, os produtores recebem vários objetos de colecionadores e decidem previamente quais os itens são os melhores. Só então Fritz e Wolfe os examinam no programa. Suas descobertas não são sorte.

É encenado?

Agora que sabemos que as descobertas das coleções são encenadas em “Caçadores de Relíquias”, vale a pena saber o que mais é armado. Quando eles aparecem vendendo os item, as negociações também são encenadas. Mas isso é uma surpresa?

O vendedor e os apresentadores parecem sempre brigar na tela, mas é tudo uma encenação. O preço é escolhido entre os produtores e o vendedor antes do início das gravações.

Pré-seleção

“Trato Feito” e “Caçadores de Relíquias” estão na mesma rede, então faz sentido que os dois programas sigam um protocolo semelhante. Antes de entrar na famosa loja de penhores, o cliente já foi pré-selecionado pela produção. Nada é por acaso. Além disso, seu objeto já foi examinado, limpo e até avaliado. Não é qualquer item que entra em “Trato Feito”.

Estrelas de “Trato Feito” não trabalham lá

Desde que o programa “Trato Feito” se tornou um verdadeiro sucesso, a loja “Gold e Silver Pawn” virou mais uma atração turística de Las Vegas do que uma loja de penhores. Os rapazes do elenco não trabalham atrás dos balcões como aparece nas filmagens. Eles apenas estão lá para tirar fotos com os fãs. E ainda cobram por isso!

Compras erradas

Os programas que envolvem negociação de preço estão no topo da lista de preferências das pessoas. A interação entre cliente e equipe prende a atenção dos telespectadores. Isso porque muitas pessoas não sabem que tudo é ensaiado (a menos que tenham lido este artigo). Porém, mesmo com uma seleção prévia, alguns negócios acabam dando errado.

O elenco já comentou sobre algumas de suas compras ruins. Por exemplo, eles já compraram relógios Rolex roubados e um uniforme falso de Willie Mays. Algumas dessas compras desastrosas os custam mais de 10 mil dólares.

https://www.sexshopamorefantasia.com.br/

Apresentador vira piada

Os fãs do programa “Eaten alive” ficarm desapontados e fizeram piadas após o apresentador Paul Rosolie desistir de ser engolido vivo por uma anaconda. A proposta do programa era mostrar a experiência de entrar dentro do organismo do animal, protegido por uma roupa especial. Mas não funcionou.

Paul Rosolie chegou a ser envolvido e mordido na área da cabeça pela anaconda, mas abortou o projeto após sentir que seu braço estava sendo pressionado, mesmo com a proteção especial. Por conta da sua reação, ele perdeu a credibilidade.

ONGs protestam contra cineasta

Reprodução

O Discovery Channel não foi apenas acusado de propaganda enganosa. O canal também foi muito criticado por ONGs e grupos de defesa dos animais. A PETA (organização não governamental de ambiente) expressou grande preocupação com o caso. Afinal, o que aconteceria se Paul Rosolie realmente fosse engolido vivo? Eles provavelmente teriam que matar a cobra para tirá-lo lá de dentro. “O que quer que o cineasta tenha planejado, provavelmente a serpente sofrerá as consequências, como costuma acontecer quando os animais são usados para o entretenimento”, alegou a PETA ao pedir que o programa não fosse transmitido.

Mesmo com temporada pronta, “Chegou Honey Boo Boo” é cancelada

“Chegou Honey Boo Boo” é um reality que foi ao ar no TLC que é de propriedade da Discovery, com a família da competidora de concursos de beleza Alana “Honey Boo Boo” Thompson. Em 24 de outubro de 2014, o TLC anunciou o cancelamento do show depois surgiram relatos de que a June Shannon havia retomado o namoro com um homem condenado por abusar sexualmente de uma criançaO homem em questão é Mark Anthony McDaniel.

Reprodução

A garota foi forçada a ter relações sexuais aos 8 anos de idade com Mark McDaniel, então namorado de sua mãe. McDaniel passou 10 anos preso e deixou a cadeia no início de 2014.

Filha acusa Mama June de roubo

Mesmo após o cancelamento da série “Chegou Honey Boo Boo”, a família seguiu na mídia por conta de suas polêmicas. Isso porque Anna ‘Chickadee’ Cardwell acusou Mama June de roubo. Isso mesmo! A jovem processou sua mãe e a rede de televisão por supostamente reter mais de 200 mil dólares em lucros. Depois da repercussão negativa, o TMZ emitiu uma nota informando que a família recebia cerca de 22 mil dólares por episódio, que deveria ser dividido entre todos os membros. Por outro lado, Mama June garante que nunca viu um centavo.

As controvérsias envolvendo “Homens da Montanha”

O programa “Homens da Montanha” acompanha seis homens, nos Estados Unidos, que ainda hoje vivem da caça para sustentar suas famílias. Muitos admiram o estilo de vida simples adotado por este grupo. Mas nem tudo é o que parece. Algumas curiosidades podem mudar sua visão sobre a atração.

Jason Hawk tem uma loja online, enquanto Tom e Nancy Oar têm uma assinatura de tv a cabo. Esses são alguns dos problemas que fazem as pessoas desconfiarem do programa. Tudo indica que eles não vivem tão isolados assim.

Visualizações questionáveis

Quem você vê acima é Danny Koker de “Loucos Por Carros”. Koker não tem medo de compartilhar suas opiniões políticas fora da loja. Quando foi entrevistado pelo “The Morning Show”, ele deu uma declaração polêmica sobre carros híbridos e de baixa emissão de poluentes. Na época, ele foi bastante criticado por dizer que esses tipos de veículos eram fúteis.

Ele não apenas sugeriu que o ambientalismo não é grande coisa, como também fez questão de apoiar abertamente Donald Trump durante as eleições. Seu histórico agora é um pouco questionável. A rede não quer que o “Loucos Por Carros” seja uma plataforma para Koker discutir política, mas parece que ele faz questão de divulgar sua opinião.

https://www.sexshopamorefantasia.com.br/

Ameaçado fora da câmera

Esta série conta a história daqueles que fabricam suas próprias bebidas alcoólicas, os moonshiners. Considerada uma atividade ilegal, esta prática é quase sempre feita em casa, com equipamento duvidoso e camuflado e é passada de geração a geração. De tempos em tempos, alguns dos membros do elenco do programa são parados pela polícia enquanto as câmeras estão ligadas. Eles são sempre liberados, mas isso gera uma tensão na TV.

Mas nem tudo é mostrado. Tim Smith admitiu que a polícia tentou perguntar sobre o show uma vez em sua casa. Ele disse que manteve a calma e convidou os policiais para um jantar.

Estado se manifesta sobre Moonshiners

O Departamento de Controle de Bebidas Alcoólicas da Virgínia já havia informado que os telespectadores estavam sendo enganados sobre a natureza do programa, mas eles não pararam por aí. Eles jogaram toda a sujeira no ventilador ao afirmar que a Discovery estava exibindo um show falso. Antes disso, o público ficava perguntando por que o estado estava deixando um crime acontecer. Foi então, que eles revelaram que o canal estava mostrando algo fictício.

Mesmo depois disso, os membros do elenco continuaram a pregar o contrário. Eles dizem que o estado está furioso por nunca ter conseguido pegá-los no ato ilegal.

Perto de Lost

Aparecendo em Street Outlaws, o piloto pode aumentar sua visibilidade e atrair bons patrocinadores. Além disso, é bem provável que seu número de fãs aumente drasticamente de um dia para o outro. Mas infelizmente, ele também pode perder sua licença se aparecer neste programa. Em 2015, a National Hot Rod Association (NHRA) ameaçou tirar a licença de corrida dos pilotos que aceitassem participar do reality show.

Os motoristas recuaram diante dessa decisão. Segundo a NHRA, a intenção é impedir que motoristas licenciados promovam abertamente atividades ilegais e perigosas.

Poderia ser uma armadilha

Se ninguém pensou que o reality show teria sucesso, qual era o objetivo de filmar de qualquer maneira? De acordo com Joe Woods, ele achava que a rede fazia parte de uma operação secreta de espionagem para descobrir corridas ilegais envolvendo carros de luxo.

Ele disse que não confiava nos produtores do programa quando começaram a filmar. Ele chegou ao ponto de dizer que eles eram agentes disfarçados. Você teria pensado a mesma coisa?

FONTE – R7

IB TV Notícias

Fique bem Informados com a IB TV Notícias

COMENTE

%d blogueiros gostam disto: