CHUVA CAUSA ALAGAMENTOS EM RIO PRETO

chuva na noite desta terça-feira, 9, em Rio Preto, provocou deslizamentos de terra e pontos de alagamento na cidade. Segundo medições da Defesa Civil, entre às 22h e 22h30 choveu uma média de 70 milímetros. Em alguns pontos, como na região da avenida Monte Aprazível, Zona Norte da cidade, a quantidade de chuva bateu os 75 mm.

Outro ponto de chuva forte foi registrado na avenida Fortunato Ernesto Vetorasso. “Ali choveu muito, os carros precisaram parar para esperar a chuva passar”, afirmou o chefe da divisão de risco da Defesa Civil, José Carlos Sé. No Córrego Cobertinho, a água da chuva passou por cima da ponte e o local ficou interditado por meia hora. “Tivemos que interditar por conta do risco”, disse Sé.

Outro ponto que foi interditado durante a noite desta terça e continua bloqueado é nas imediações do campus da Unesp, no Jardim Nazareth. No local, o muro que cerca o Ibilce não resistiu a pressão da enxurrada e veio abaixo. “Aquela região no fundo da Unesp continua interditado”, reforçou o chefe da divisão.

A Secretaria de Serviços Gerais também faz uma força-tarefa para limpeza e desobstrução de pontos que foram alvos de deslizamentos de terra e alagamentos. Entre os locais que já foram limpos e liberados está a avenida Nadima Damha, no Parque da Represa, próximo ao Lago 3. Próximo ao campo do América também houve alagamento e precisou dos serviços das equipes. “Ali a boca de lobo não aguentou e inundou”, disse o secretário Ulisses Ramalho.

Outros pontos da cidade, como na rua São Paulo, teatro Paulo Moura, ponte da Estância Alvorada, ponte da Maria Benta na avenida Philadelpho Manoel Gouveia Netto também estão sob atenção da equipe de Serviços Gerais. “Estamos com equipes em todos os pontos fazendo a limpeza. Os prejuízos maiores são para os canteiros de obras”, afirmou Ramalho. Um balanço de todos os problemas provocados pela chuva deve ser divulgado no começo da tarde desta quarta-feira, 10.

Já o Corpo de Bombeiros registrou seis quedas de árvores e cinco ocorrências de alagamentos. Uma das inundações foi registrada na avenida Bady Bassitt, próximo ao supermercado Pastorinho; dois alagamentos de residências na Zona Norte e no Alto Alegre; além da queda do muro da Unesp. “Ainda temos ocorrências em andamento, como árvores que estão em risco de queda. Estamos atentos e à disposição pelo 193”, reforçou o Tenente Diego Moraes Machado.

Fonte DIARIO DA REGIAO

Publicado por

IB TV Notícias

Fique bem Informados com a IB TV Notícias

COMENTE