Homem morre atropelado ao descer de ônibus em rodovia

Na manhã desta quarta-feira, 14, por volta das 9h10, um veículo Gol com placas de Santa Albertina que estava transitando sentido a Jales, atropelou um senhor de aproximadamente 76 anos que acabava de descer de um ônibus e atravessava a rodovia Jarbas de Moraes no momento do impacto. 

José Ribeiro da Silva, morador de Santa Albertina, recebeu atendimento dos Bombeiros mas não resistiu aos ferimentos e faleceu no local do acidente.

FONTE- RADIO ASSUNÇÃO

Van de Birigui com pacientes atropela cavalo na SP 320 Jales Perimetro Urbano

Por volta das 05 horas da manhã, uma van que vinha de Birigui com destino ao Hospital do Amor de Jales, atropelou um cavalo na SP 320, perímetro Urbano de Jales.

Segundo o motorista ninguém se feriu, com o impacto o cavalo foi arremessado no canteiro central da Rodovia, ele está com as pernas quebradas e a boca sangrando e vivo !

A Prefeitura através da zoonoses está no local, mas segundo informações a Prefeitura não dispõe de medicamentos para sacrificar o cavalo.

Com a ajuda da Policia Rodoviária, os paciente foram transferidos para outro veículo e entregues ao seu destino.

FONTE- REGIÃO SP

Idosa morre após carro capotar em estrada rural de Jales

Uma idosa de 62 anos morreu em um capotamento na estrada Vereador Domingos Paz Landim, que liga os municípios de Jales e Paranapuã (SP), na manhã desta segunda-feira (8).

Segundo a Polícia Militar, o marido da vítima, de 66 anos, dirigia o carro pela estrada quando perdeu o controle da direção e o veículo capotou.

A mulher não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente. O motorista foi socorrido com ferimentos leves para a Unidade de Pronto Atendimento de Jales (SP).

Ainda de acordo com a PM, a perícia técnica foi acionada para investigar as causas do capotamento. Ainda não há informações sobre o velório e enterro da vítima.

FONTE- G1

MULHER DEITA NA LINHA DE FERRO E É ATROPELADA POR COMPOSIÇÃO

Uma mulher de aparentemente 50 anos morreu na tarde deste domingo, dia 9, após ser atropelada por uma composição que seguia sentido Jales à Estrela d´Oeste. O fato aconteceu há 300 metros da passagem em nível do Jardim Pêgolo 2 em Jales.

A mulher foi identificada como Rosimeire dos Santos, natural de Palmeira d´Oeste, mas ultimamente morava na Rua 13 em Jales. Informação preliminar apontou que ela sofria de esquizofrenia, possível causa do suicídio.

https://sexshopamorefantasia.com.br/

Corpo de bombeiros, SAMU e Policia estiveram no local, mas infelizmente Rosimeira já estava sem vida quando foi retirada debaixo da composição.

FONTE- VOTUNEWS

Polícia Civil apura se homem achado ferido em chácara foi baleado por vingança após briga entre famílias

A Polícia Civil acredita que o homem socorrido após ser atingido por quatro tiros em uma chácara de Jales (SP) foi baleado por vingança motivada por uma briga envolvendo a família dele e a do suspeito.

O crime aconteceu na noite de sábado (1º). A vítima sofreu ferimentos nas costas, no abdômen, em um dos braços e no tórax.

De acordo com o delegado Sebastião Biasi, responsável pelo caso, investigações apontaram que um adolescente de 14 anos estava tendo relacionamentos com uma menina de 15 anos, que é neta da vítima.

“Ocorre que a família da menina não aceitava o relacionamento. Então, a mãe do adolescente foi conversar com a mãe da garota. As duas tiveram uma briga e ambas acabaram sofrendo lesões corporais leves. Ao chegar em casa, a mãe do menino contou para ele o que tinha acontecido”.

Ainda segundo Sebastião Biasi, cerca de uma hora depois, houve a tentativa de homicídio contra o avô da menina que estava por perto na hora da confusão.

“De acordo com uma testemunha, que estava no momento do crime, quatro homens foram até o local em duas motos. Os garupas desceram e um deles fez os disparos contra o homem e fugiram”, afirma o delegado.

A vítima foi socorrida ao Hospital Santa Casa do município, onde passou por cirurgias. O estado de saúde dela é considerado estável.

Os suspeitos de participarem do crime permanecem foragidos. A identidade deles não foi revelada para não atrapalhar o andamento da investigação.

FONTE G1

Homem é socorrido após ser baleado em chácara de Jales

Um homem foi socorrido após ser baleado em uma chácara, em Jales (SP), na noite de sábado (1º).

De acordo com a Polícia Civil, a vítima estava na frente da casa dela quando dois suspeitos se aproximaram e realizaram diversos disparos com uma arma de fogo.

A vítima foi atingida por quatro disparos nas costas, no abdômen, em um dos braços e no tórax. Ela foi socorrida ao Hospital Santa Casa do município. O estado de saúde dela é considerado estável.

https://sexshopamorefantasia.com.br/

Ainda de acordo com a corporação, a polícia já ouviu algumas testemunhas. Uma desavença entre a família da vítima e dos suspeitos pode ter motivado o crime.

A Polícia Civil faz buscas pelos homens que permanecem foragidos.

FONTE- G1

Motorista fica ferido após caminhão carregado com soja tombar às margens de rodovia de Jales

Um caminheiro ficou ferido após o caminhão que dirigia tombar às margens da Rodovia Euclides da Cunha, em Jales (SP), na noite deste domingo (26). O veículo estava carregado com farelo de trigo e a carga ficou espalhada pelo local.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a vítima disse à corporação que trafegava pela via quando foi fechada por uma outra carreta e o veículo tombou.

https://www.sexshopamorefantasia.com.br/

Ainda segundo a corporação, o caminhoneiro ficou preso às ferragens e precisou ser retirado do caminhão pelo Corpo de Bombeiros. Ele foi socorrido com fraturas pelo corpo. O estado de saúde dele é considerado estável.

O trânsito no trecho não precisou ser interditado. Um guincho foi acionado e retirou o veículo do local.

FONTE- G1

Jovem é detida ao ser flagrada com 6,5 quilos de maconha em Jales

Uma jovem de 19 anos foi detida ao ser flagrada transportando 6,5 quilos de maconha em uma rua perto do terminal rodoviário de Jales (SP), nesta segunda-feira (6).

Segundo a Polícia Militar, durante patrulhamento de rotina, a suspeita foi vista por uma equipe andando pela Rua Fortaleza.

Como ela demonstrou nervosismo ao ver a viatura se aproximar, os policiais a abordaram e encontraram parte do entorpecente escondido no sutiã e o restante na bolsa.

Ainda de acordo com a PM, ao ser questionada, a jovem afirmou que pegaria um ônibus com destino a São Paulo.

Diante da confissão, ela foi presa em flagrante e levada para a delegacia da cidade, onde permaneceu à disposição da Justiça até passar por uma audiência de custódia, nesta terça-feira (7), e ser liberada.

Droga e dinheiro foram levados para a delegacia de Jales — Foto: Arquivo Pessoal

Droga e dinheiro foram levados para a delegacia de Jales 

FONTE G1

Três pessoas morrem em acidente entre dois carros em rodovia de Jales

Três pessoas morreram e outras duas ficaram feridas em um acidente na noite de sábado (27) na Rodovia Elieser Montenegro Magalhães, no trecho de Jales (SP).

Um carro estava no sentido Jales a Pontalinda (SP), enquanto o outro carro vinha no sentido contrário quando os dois veículos batendo de frente. A causa do acidente é desconhecida.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, o motorista do carro que ia para Pontalinda, Lucas Henrique Meleiro Lopes, de 23 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Também morreram no acidente dois passageiros do outro carro: Oswaldo Barbosa, de 64 anos, e Joice Bridas Barbosa, de 34 anos. O motorista do outro carro, de 33 anos, e a passageira, de 61 anos, foram socorridos em estado grave e levados para a Santa Casa de Jales.

O hospital não informou o estado de saúde dos pacientes. A perícia da Polícia Civil foi até o local para investigar as causas do acidente.

FONTE G1

Homem é esfaqueado depois de discussão sobre futebol em bar

Um homem foi esfaqueado em um bar, em Jales (SP), na noite desta sexta-feira (19), depois de uma discussão sobre futebol.

Segundo a Polícia Militar, Geiveson Gabriel Rebolços, de 28 anos, teria entrado em uma discussão sobre futebol com um colega que se irritou e acertou um golpe de faca contra ele.

Ainda de acordo com a PM, o suspeito fugiu do local e ainda não foi encontrado.

A vítima foi socorrida e encaminhada para a Santa Casa de Jales. Segundo a assessoria do hospital, Geiveson está na Unidade de Terapia Intensiva em estado grave, com lesão do abdômen.

FONTE G1

Detran vai leiloar mais de 620 veículos em duas cidades do noroeste paulista

O Detran vai leiloar nesta quarta-feira (3) 629 veículos em duas cidades do noroeste paulista. O leilão é apenas online e haverá veículos com direito a documentação e também para desmanche.

Em Jales (SP) serão leiloados 520 veículos removidos por infrações de trânsito. Desses, 62 têm direito a documentação e podem voltar a circular. O restante será destinado a reciclagem e desmanches credenciados. O leilão será realizado no site do organizador a partir das 8h.

Em Guararapes (SP) serão leiloados 109 veículos removidos. Desses, 15 têm direito a documentação e podem voltar a circular. O restante será destinado a reciclagem e desmanche. O leilão será online a partir das 10h.

Pessoas físicas, a partir dos 18 anos, só podem adquirir os veículos com direito a documentação. O pagamento deve ser feito à vista. Após o arremate, os débitos são baixados e é necessário que o comprador efetue a transferência do veículo para o seu nome, emitindo um novo documento para o veículo.

FONTE G1

Programa ‘Direção Segura’ autua 21 motoristas em Jales

O programa ‘Direção Segura, do Detran, fiscalizou 355 veículos e autuou 21 motoristas em Jales (SP) durante a noite de sábado (16) e madrugada deste domingo (17).

As blitze foram realizadas nas avenidas Francisco Jales e João Amadeu, com o objetivo de prevenir e reduzir o número de acidentes e mortes no trânsito causadas pelo consumo de álcool.

Os condutores foram autuados por embriaguez ao volante ou recusa ao teste do bafômetro e terão de pagar multa de R$ 2.934,70, além de responderem a processo administrativo para a suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Sete dos 21 motoristas também responderão na Justiça por crime de trânsito porque apresentaram índice a partir de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar no teste do bafômetro. Se condenados, poderão cumprir de seis meses a três anos de prisão.

FONTE G1

IB TV Abre um canal para você falar dos problemas do seu bairro

A IB TV sempre pensando nos amigos internautas , acaba de criar um canal voltado aos problemas do seu bairro , Basta você entrar em contato pelo facebook ou pelo whatsapp 17 991345691 e fazer sua reclamação ou elogios.

Hoje a IB TV atua nas cidades:

PROCURE NO FACEBOOK

SÃO JOSÉ DO RIO PRÊTO – SP ( IB TV )

BIRIGUI – SP ( IB TV BIRIGUI )

VOTUPORANGA – SP ( IB TV OTUPORANGA )

SANTA FÉ DO SUL – SP ( IB TV SANTA FÉ DO SUL )

JALES – SP ( IB TV JALES )

ITURAMA – MG ( IB TV ITURAMA )

Na hora de fazer sua reclamação ou elogios não esqueça de mandar fotos ou videos.

Em breve estaremos com programas ao vivo debatendo e levando sua reclamação aos setores responsavéis

Hoje só a cdade de Birigui conta com o Programa ao vivo debatendo os problemas da cidade

PROGRAMA FALA BIRIGUI

Adolescente morre após inalar gás de desodorante em alojamento de escola

Um Adolescente de 17 anos morreu nesta terça-feira (12) depois de inalar desodorante no quarto do alojamento de uma escola técnica agrícola (Etec), onde morava, em Jales (SP).

De acordo com informações do boletim de ocorrência, o adolescente Carlos Neto Andrade da Silva chegou morto à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). Quem acionou a polícia foi a enfermeira da unidade.

Jovem morre após inalar gás de desodorante em alojamento de escola

Jovem morre após inalar gás de desodorante em alojamento de escola

Ao ser acionada, a polícia foi até o local onde a vítima morava e conversou com dois meninos que estavam no momento que ela passou mal.

Segundo depoimento deles para a polícia, o garoto colocou uma toalha no rosto e começou a espirrar desodorante na cara, inalando o gás. Ao todo, ele teria inalado dois frascos.

O jovem começou a passar mal e caiu no chão. Os garotos chamaram o segurança da escola agrícola, que acionou a UPA.

No boletim de ocorrência, consta que o menino é de Itapagipe (MG), mas a família é de Carneirinho (MG). O corpo do jovem foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para exame necroscópico e depois será liberado para a família.

Em nota, o Centro Paula Souza disse que o aluno passou mal à noite no alojamento. O centro disse que o Samu foi acionado e a família, avisada.

A nota diz ainda que “O Centro Paula Souza e a direção da Etec se solidarizam com os pais do estudante pela fatalidade e esclarecem que as aulas na unidade foram suspensas nesta quarta-feira”.

FONTE G1

Teto de salão de beleza desaba em Jales

O teto de um salão de beleza desabou na manhã desta sexta-feira (22), no Jardim Arapuã em Jales (SP).

Segundo a proprietária do estabelecimento, havia nove pessoas no salão no momento do desabamento.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar socorro, mas as vítimas tiveram ferimentos leves.

Ainda segundo a corporação, a causa do desabamento não foi identificada.

Segundo o Corpo de Bombeiros, ninguém ficou gravemente ferido após desabamento de teto de salão em Jales (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

Segundo o Corpo de Bombeiros, ninguém ficou gravemente ferido após desabamento de teto de salão em Jales (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

FONTE G1

Seguro de frota de prefeitura no interior de SP saltou de R$ 10 mil para R$ 1 milhão em esquema, diz PF

O valor dos contratos de seguro da frota de veículos da prefeitura de Jales (SP) aumentou em 100 vezes nos últimos dois anos, segundo a Polícia Federal durante a 2ª fase de Operação Farra do Tesouro, que cumpriu dois mandados de prisão e seis de busca e apreensão em Jales (SP), nesta quinta-feira (14).

Segundo a PF, em 2007, o valor pago anualmente pela prefeitura pelos seguros dos veículos era de aproximadamente R$ 10 mil. No entanto, o valor saltou para mais de R$ 1 milhão apenas nos anos de 2017 e 2018.

“Digamos que a prefeitura tenha 90 veículos. Este tipo de contratação é feita corretamente por frota. Todos os veículos de uma vez vão abaixar o valor”, afirma o delegado da Polícia Federal Cristiano de Pádua, que ainda diz:

“Neste caso, eles faziam individualmente para cada veículo de forma a não ultrapassar R$ 8 mil para não gerar licitação envolvendo outras corretoras. Desta forma, o valor pago pela prefeitura era muito maior e cometeram este crime”, diz.

Material apreendido será analisado pela Polícia Federal em Jales — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Material apreendido será analisado pela Polícia Federal em Jales — Foto: Polícia Federal/Divulgação

A Polícia Federal também comparou gastos com seguro de veículos em três cidades da região e pelo levantamento da PF, em 2018 Votuporanga (SP), por exemplo, gastou R$ 230 mil com o seguro de 84 veículos, enquanto Jales contabilizou R$ 455 mil para assegurar 82 veículos.

O procurador jurídico do município, Pedro Calado, disse que este tipo de contrato individual dos veículos sempre foi feito, mas a prefeitura decidiu mudar este tipo de contratação no ano passado, depois que a polícia alertou sobre as irregularidades.

“Quando a Polícia Federal nos avisou dessa investigação fomos até a delegacia, conversamos com o delegado e a prefeitura sempre colaborou com a PF nas investigações, sempre apresentado documentos, dando depoimentos”, afirma.

Na operação, a PF apreendeu documentos, celulares, notebooks e quatro armas. Conforme apurado pela TV TEM, o delegado da PF pediu o afastamento do chefe do setor de licitações, que foi impedido de chegar a 200 metros de distância do prédio da prefeitura.

Duas pessoas presas eram sócias de uma corretora de seguros de município envolvidas no esquema. O advogado dos sócios presos disse que não teve acesso ao processo e não poderia falar sobre o assunto.

Os principais crimes investigados são organização criminosa, peculato, estelionato e fraude à licitação. Os presos serão ouvidos pela autoridade policial na sede da PF em Jales e encaminhados para cadeia pública da região onde permanecerão à disposição da Justiça.

Material apreendido por agentes da Polícia Federal durante 2ª fase da operação Farra do Tesouro — Foto: Divulgação/Polícia Federal

Material apreendido por agentes da Polícia Federal durante 2ª fase da operação Farra do Tesouro — Foto: Divulgação/Polícia Federal

Ex-tesoureira foi presa na 1ª fase

Na primeira fase da operação, em julho de 2018, cinco pessoas foram presas pela Polícia Federal suspeitas de desviar mais de R$ 5 milhões da Prefeitura de Jales (SP). Esta segunda fase da operação não está relacionada aos crimes investigados pela PF na primeira etapa.

Entre os presos, estavam a secretária de Saúde, que foi exonerada e depois liberada pela polícia, e Érica Cristina Carpi Oliveira, ex-diretora financeira da prefeitura, o marido, a irmã e o cunhado dela.

operação Farra do Tesouro, contra o desvio de dinheiro público, cumpriu 13 mandados de busca e apreensão. As investigações apontaram que, em dois anos, Érica teria desviado aproximadamente R$ 2 milhões.

Casa em área rural de Jales avaliada em R$ 1,5 milhão, segundo a PF, com dinheiro da prefeitura — Foto: Reprodução/TV TEM

Casa em área rural de Jales avaliada em R$ 1,5 milhão, segundo a PF, com dinheiro da prefeitura — Foto: Reprodução/TV TEM

De acordo com o delegado da PF Cristiano Pádua, o dinheiro era usado até para pagar buffet de festas organizadas por Érica.

“Uma vida de luxo bancada pelo contribuinte, pela população. Em pouco tempo, eles tinham um patrimônio imenso, e algumas diligências mostraram que o patrimônio cresceu muito rápido”, afirmou o delegado da PF Cristiano Pádua na época.

No dia 10 de dezembro de 2018, os acusados de envolvimento no caso foram ouvidos em uma audiência realizada no fórum de Jales.

Casal Roberto Santos Oliveira e Erica Cristina Carpi Oliveira foi preso pela PF em Jales — Foto: Reprodução/Facebook

Casal Roberto Santos Oliveira e Erica Cristina Carpi Oliveira foi preso pela PF em Jales — Foto: Reprodução/Facebook

FONTE G1

Caminhão e caminhonete se envolvem em acidente em rodovia de Jales

Um caminhoneiro bateu em uma caminhonete após perder o controle do veículo na Rodovia Antonio Alduino, próximo a Jales (SP), na noite desta segunda-feira (11).

O homem disse à polícia que o acidente aconteceu devido a uma ondulação da pista. Segundo a polícia, foi uma colisão lateral, mas a caminhonete chegou a capotar.

A caminhonete ficou completamente destruída, mas ninguém se feriu gravemente, segundo a polícia.

FONTE G1

Adolescente vítima de acidente tem morte cerebral confirmada em hospital de Jales

MUITO TRISTE

O adolescente de 12 anos Pedro Henrique Pondian, vítima de um acidente de carro na Rodovia Jarbas de Moraes (SP-561), teve a morte cerebral confirmada na tarde desta quarta-feira (9). O menino estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Jales (SP) há nove dias.

Família autorizou captação dos órgãos de Pedro Henrique Pondian, de 12 anos. Pai e avó do menino morreram no acidente na Rodovia Jarbas de Moraes que aconteceu dia 1°.

O acidente também causou a morte do pai e da avó do garoto, no dia 1° de janeiro.

Segundo informações do hospital, a família autorizou a captação e doação de órgãos de Pedro Henrique. Equipes do Instituto do Coração (INCOR) de São Paulo e de São José do Rio Preto (SP) fizeram o procedimento nesta quarta.

Foram captados os pulmões, fígado, rins e córneas. Segundo a Santa Casa, uma equipe da Força Aérea Brasileira (FAB) transportou os pulmões ao INCOR da capital paulista e o fígado ao IMC também de São Paulo. Já os rins e córneas foram levados ao Hospital de Base de São José do Rio Preto (SP).

De acordo com informações obtidas pelo G1, Pedro Henrique será velado em Jales e depois o corpo será levado para Jundiaí, onde ele morava com a família.

Em nota, a Polícia Militar lamentou a morte a morte do adolescente e ressaltou o ato de solidariedade da família em autorizar a doação dos órgãos.

Pedro Henrique (à esq.) e o pai, Edson Pondian, morreram em acidente de carro em Jales — Foto: Arquivo pessoal

Pedro Henrique (à esq.) e o pai, Edson Pondian, morreram em acidente de carro em Jales — Foto: Arquivo pessoal

Acidente

Pedro era passageiro de um veículo que se envolveu em um acidente entre Jales e Santa Albertina (SP).

Segundo informações da Polícia Rodoviária, o policial militar de Jundiaí (SP) e pai de Pedro, Edson Pondian, de 47 anos, e a mãe do oficial, Lídia Pondian, de 76 anos, morreram no local.

O PM dirigia no sentido Santa Albertina quando outro veículo, dirigido por Deijango Coelho, de 48 anos, invadiu a pista contrária e os carros bateram de frente, ainda segundo a Polícia Rodoviária. O motorista que provocou o acidente sofreu ferimentos graves.

Os outros dois filhos do policial militar, que também estavam no carro, João Vitor Pondian e Daisy Fernanda Pondian, já tiveram alta.

FONTE G1

Colisão frontal entre carros mata dois e deixa quatro gravemente feridos em Jales

O policial militar Edson Pondian, de 47 anos, e a mãe dele, Lídia Pondian, de 76 anos, morreram no local. Três filhos do PM e o motorista do outro carro foram levados à Santa Casa de Jales.

Uma colisão frontal entre dois carros causou a morte de duas pessoas e deixou outras quatro gravemente feridas, na madrugada desta terça-feira (1º), na Rodovia Jarbas de Moraes (SP-561), que liga Jales a Santa Albertina (SP).

Segundo informações da Polícia Rodoviária, o policial militar Edson Pondian, de 47 anos, e a mãe dele, Lídia Pondian, de 76 anos, morreram no local.

O PM dirigia no sentido Santa Albertina quando outro veículo, dirigido por Deijango Coelho, de 48 anos, invadiu a pista contrária e os carros bateram de frente, ainda segundo a Polícia Rodoviária.

O motorista que provocou o acidente sofreu ferimentos graves. Três filhos do policial militar, sendo duas crianças de 2 anos e uma jovem de 19 anos, que estavam no banco de trás do carro, também ficaram gravemente feridos.

As vítimas foram socorridas no local e levadas para a Santa Casa de Jales. O estado de saúde delas não foi divulgado.

Acusados de desviar mais de R$ 5 milhões da prefeitura de Jales são ouvidos em nova audiência

Os acusados de envolvimento no desvio de mais de R$ 5 milhões da prefeitura de Jales (SP) estão sendo ouvidos nesta segunda-feira (10) em uma nova audiência realizada no fórum da cidade.

Prestam depoimento a ex-diretora Financeira do município, Érica Cristina Carpi Oliveira, a irmã Simone Carpi Brandt, o cunhado Marlon Brandt e o ex-marido de Érica, Roberto Santos Oliveira. De acordo com o MP, eles sabiam dos desvios feitos pela ex-diretora financeira e também foram beneficiados.

O advogado de Érica, Simone e Marlon contesta as acusações e afirma que, além de Érica, mais ninguém sabia dos desvios. Já o advogado de Roberto disse que vai demonstrar a inocência do cliente.

Érica e a irmã Simone respondem ao processo em prisão domiciliar. O ex-marido de Érica e o cunhado obtiveram o direito de ficar em liberdade.

Casal Roberto Santos Oliveira e Erica Cristina Carpi Oliveira foi preso pela PF em Jales — Foto: Reprodução/Facebook

Casal Roberto Santos Oliveira e Erica Cristina Carpi Oliveira foi preso pela PF em Jales — Foto: Reprodução/Facebook

O caso

Em julho deste ano, depois da operação comandada pela PF “Farra do Tesouro”, que identificou desvios milionários dos cofres da prefeitura, a ex-diretora financeira Érica Carpi foi acusada de usar dinheiro público para pagar contas pessoais e de empresas da família.

Tesoureira foi presa pela PF dentro da casa dela na operação Farra do Tesouro em Jales — Foto: Reprodução/TV TEM

Tesoureira foi presa pela PF dentro da casa dela na operação Farra do Tesouro em Jales — Foto: Reprodução/TV TEM

Érica foi denunciada pelo Ministério Público por formação de organização criminosa, falsidade ideológica, peculato – quando funcionário público pratica crime contra a administração – e lavagem de dinheiro.

A denúncia também aponta a maneira que Érica desviava o dinheiro. Ela criava lançamentos falsos, já que após anotar a lápis a quantia desviada, ela destruía o documento para dificultar uma possível fiscalização.

De acordo com a Polícia Federal, Cristiano Pádua da Silva, a família usou dinheiro público da educação, e principalmente da saúde, para bancar uma vida de luxo, como a construção de um rancho na zona rural de Jales.

Imagens de dentro do imóvel mostram que a “Estância Felicidade” conta com área gourmet, móveis e eletrodomésticos de luxo, piscina e palmeiras no jardim.

No primeiro depoimento à PF, Érica confirmou que fazia os desvios desde 2008. O dinheiro, segundo a polícia, ia direto para contas da ex-servidora e até para as empresas do marido, que abriu três lojas de roupas e calçados.

Além da prisão da família, a polícia lacrou os comércios, a chácara e apreendeu carros de luxo, sendo que um dos veículos havia sido comprado dias antes. Policiais à paisana flagraram Roberto na concessionária fechando o negócio.

Chácara de luxo na Zona Rural de Jales foi lacrada pela Polícia Federal — Foto: Reprodução/TV GLOBO

Chácara de luxo na Zona Rural de Jales foi lacrada pela Polícia Federal — Foto: Reprodução/TV GLOBO

Polícia Federal em frente à casa da tesoureira da prefeitura de Jales — Foto: Janaína de Paula/TV TEM

Polícia Federal em frente à casa da tesoureira da prefeitura de Jales — Foto: Janaína de Paula/TV TEM

FONTE G1 

Justiça faz audiência do caso de ex-tesoureira suspeita de desviar milhões da prefeitura de Jales

A Justiça realiza nesta quinta-feira (29) a audiência de instrução sobre o caso da ex-diretora financeira da Prefeitura de Jales (SP) que desviou até R$ 5 milhões dos cofres do município. Mais de 30 testemunhas de defesa e acusação devem ser ouvidas no fórum.

Érica Cristina Carpi Oliveira, a irmã Simone Carpi Brandt e o cunhado Marlon Brandt chegaram ao fórum acompanhados do advogado. O ex-marido de Érica, Roberto Santos Oliveira, já estava no local quando os outros três réus chegaram.

audienciafarra.jpg

Além deles, 32 testemunhas de defesa e acusação foram convocadas para audiência de instrução e julgamento. Entre eles, o delegado e investigadores da Polícia Federal.

Em julho deste ano, depois da operação comandada pela PF “Farra do Tesouro”, que identificou desvios milionários dos cofres da prefeitura, a ex-diretora financeira Érica Carpi foi acusada de usar dinheiro público para pagar contas pessoais e de empresas da família.

Érica e a irmã Simone respondem ao processo em prisão domiciliar. O ex-marido de Érica e o cunhado obtiveram o direito de ficar em liberdade. O Ministério Público denunciou os réus pelos crimes de organização criminosa, falsidade ideológica, peculato, desvio e lavagem de dinheiro.

De acordo com o MP, os três sabiam dos desvios e também foram beneficiados. Por causa do grande volume do processo, número de testemunhas e de pessoas que vão ser ouvidas em outras cidades por cartas precatórias, as sentenças não devem ser divulgadas nesta quinta-feira.

O advogado de Érica, Simone e Marlon contesta as acusações e diz que os clientes não cometeram todos os crimes apontados no inquérito da PF. “Pleiteamos para a Simone e Marlon a absolvição porque não tinham ciência do fato, dos valores. A Érika confessa o peculato e pleiteamos a absolvição dela em organização criminosa, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica”, afirma o advogado Carlos Mello.

O advogado de Roberto Santos Oliveira disse que não vai falar sobre o assunto. Além dos quatro réus, a ex-secretária de Saúde e ex-chefe de gabinete Patrícia Albarello também é citada na ação por peculato culposo. Ela não teria participado diretamente dos desvios, mas quando ocupava o cargo de secretária, autorizou a abertura da última conta que Érica usou para fazer os desvios. Os advogados deles não foram encontrados.

Casal Roberto Santos Oliveira e Erica Cristina Carpi Oliveira foi preso pela PF em Jales — Foto: Reprodução/Facebook

Casal Roberto Santos Oliveira e Erica Cristina Carpi Oliveira foi preso pela PF em Jales — Foto: Reprodução/Facebook

O caso

Érica foi denunciada pelo Ministério Público por formação de organização criminosa, falsidade ideológica, peculato – quando funcionário público pratica crime contra a administração – e lavagem de dinheiro.

A denúncia também aponta a maneira que Érica desviava o dinheiro. Ela criava lançamentos falsos, já que após anotar a lápis a quantia desviada, ela destruía o documento para dificultar uma possível fiscalização.

De acordo com a Polícia Federal, Cristiano Pádua da Silva, a família usou dinheiro público da educação, e principalmente da saúde, para bancar uma vida de luxo, como a construção de um rancho na zona rural de Jales.

Imagens de dentro do imóvel mostram que a “Estância Felicidade” conta com área gourmet, móveis e eletrodomésticos de luxo, piscina e palmeiras no jardim.

No primeiro depoimento à PF, Érica confirmou que fazia os desvios desde 2008. O dinheiro, segundo a polícia, ia direto para contas da ex-servidora e até para as empresas do marido, que abriu três lojas de roupas e calçados.

Além da prisão da família, a polícia lacrou os comércios, a chácara e apreendeu carros de luxo, sendo que um dos veículos havia sido comprado dias antes. Policiais à paisana flagraram Roberto na concessionária fechando o negócio.

Tesoureira foi presa pela PF dentro da casa dela na operação Farra do Tesouro em Jales — Foto: Reprodução/TV TEM/Arquivo

Tesoureira foi presa pela PF dentro da casa dela na operação Farra do Tesouro em Jales — Foto: Reprodução/TV TEM/Arquivo