Policial militar morto na capital após reagir a assalto é enterrado no interior de SP

O policial militar Fábio Júnior Lisboa, de 33 anos, que morreu após reagir a um assalto em um bar em Capão Redondo, zona sul de São Paulo, foi enterrado na manhã nesta quinta-feira (18) no Cemitério Municipal de Santa Rita D’Oeste (SP), cidade onde mora a família.

De acordo com a Polícia Militar da cidade, que está em contato com a família, o corpo do soldado foi levado por uma viatura da PM e chegou à cidade no fim da noite de quarta-feira (17). O velório começou por volta das 2h.

Ainda de acordo com a PM, Fábio entrou para a corporação em 2017 e, desde então, trabalha na capital. Ele deixa um filho de 15 anos e a esposa está grávida de oito meses.

Morte

O crime aconteceu por volta das 22h de terça-feira (16), quando quatro criminosos entraram no bar e abordaram quem estava no local.

O policial estava na frente do estabelecimento e atirou contra os criminosos, que reagiram e também dispararam contra ele. Ele foi atingido por dois tiros nas costas.

Fábio chegou a ser levado para um pronto-socorro do M’Boi Mirim, também na zona sul da capital paulista, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

Imagens

Criminoso assaltando pessoas em bar do Capão Redondo, na zona sul de SP — Foto: Reprodução/TV Globo

Criminoso assaltando pessoas em bar do Capão Redondo, na zona sul de SP — Foto: Reprodução/TV Globo

As câmeras de segurança do local flagraram todo o assalto.

Os criminosos começam a pedir carteiras, celulares e joias dos clientes, que chegam a colocar as mãos para cima.

Em seguida, o assaltante pega a carteira de um homem que estava no balcão, retira o que interessa e joga o resto no chão. Enquanto isso, outros ladrões abordam clientes nas mesas do lado de fora do bar.

O PM, que também estava do lado de fora, executa os disparos e corre em direção aos criminosos que estavam no fundo do estabelecimento. Nesse momento, a gravação da câmera de segurança para. Suspeito de participar do assalto foi detido. mais a A Justiça mandou soltar na manhã desta quinta-feira (18) Jonas Victor Pinto Silva, suspeito de participar do assalto que terminou na morte de um policial militar dentro de um bar, no Capão Redondo, na Zona Sul da Capital, na última terça-feira (16).

FONTE- G1

Colisão entre micro-ônibus e caminhão deixa 9 feridos na Assis Chateaubriand em Guaíra, SP

Colisão entre micro-ônibus e caminhão com madeira deixa 9 feridos em Guaíra, SP

Nove pessoas ficaram feridas na colisão entre um micro-ônibus em um caminhão carregado com lenha na Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), em Guaíra (SP), na manhã desta segunda-feira (15). Segundo a Polícia Civil, o caminhoneiro foi preso por suspeita de embriaguez ao volante.

A Polícia Rodoviária informou que os dois veículos seguiam no sentido Guaíra – Miguelópolis (SP), por volta de 6h, quando o coletivo bateu na traseira da carreta, próximo ao quilômetro 47. Esse veículo transitava em baixa velocidade e o motorista alegou problemas mecânicos.

O caminhoneiro foi submetido a exame de bafômetro, que constatou 0,60 miligramas de álcool por litro de ar expelido. Ele foi preso e encaminhado à delegacia de Guaíra, onde aguarda pela audiência de custódia na Justiça, ainda na tarde desta segunda-feira.

Micro-ônibus ficou destruído após colisão com caminhão em Guaíra, SP — Foto: Paulo Souza/EPTV

Micro-ônibus ficou destruído após colisão com caminhão em Guaíra, SP — Foto: Paulo Souza/EPTV

Caminhão carregado com lenha foi atingido por micro-ônibus em Guaíra, SP — Foto: Paulo Souza/EPTV

Caminhão carregado com lenha foi atingido por micro-ônibus em Guaíra, SP — Foto: Paulo Souza/EPTV

Segundo a Polícia Civil, o motorista do micro-ônibus sofreu fraturas e foi levado à Santa Casa de Barretos (SP). Oito passageiros sofreram escoriações e foram atendidos no Pronto-Socorro de Guaíra. O coletivo seguia de Ipuã (SP) para uma usina em Conceição das Alagoas (MG).

O trecho foi interditado para o socorro das vítimas – o motorista do micro-ônibus ficou 1h30 preso às ferragens e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros. Peritos da Polícia Científica também atuaram no local, próximo ao acesso a uma usina de açúcar e etanol.

A Polícia Civil investigará as causas do acidente.

Nove ocupantes de micro-ônibus ficaram feridos após colisão com caminhão em Guaíra, SP — Foto: Paulo Souza/EPTV

Nove ocupantes de micro-ônibus ficaram feridos após colisão com caminhão em Guaíra, SP — Foto: Paulo Souza/EPTV

Micro-ônibus bateu na traseira de caminhão carregado com lenha em Ribeirão Preto — Foto: Paulo Souza/EPTV

Micro-ônibus bateu na traseira de caminhão carregado com lenha em Ribeirão Preto — Foto: Paulo Souza/EPTV

FONTE- G1