Depois de destruir quarto da dona, cãozinho Chico ganha camas novas

https://twitter.com/i/status/1151673979058495488

Vídeo com a reação de Patrícia viralizou na quinta (18); na sexta (19), ela também ganhou um novo colchão de uma marcaDepois de ficar famoso após destruir o quarto da dona, o cãozinho Chico teve um final feliz. As imagens de Chico sendo flagrado pela tutora, Patrícia Barros, após destruir o colchão e os travesseiros dela, viralizaram nas redes sociais na quinta-fira (18). 

Nesta sexta-feira, Chico e Patrícia ganharam camas novas – para ela e para ele. Uma marca de colchões, a Zissou, levou um colchão novo para a moça e duas caminhas: uma para Chico e outra para seu irmão, Luke. 

“Agora todo mundo da casa com camas muito confortáveis e resistentes, né, Chico?”, publicou a tutora, no perfil de Chico e Luke no Instagram. 

Nos stories, ela mostrou as caminhas para os cachorros. “Amei a caminha. Nunca mais caixa de papelão, nunca mais”, disse, segurando uma caixa com uma almofada transformada em cama para os animais. 

Depois, Patrícia mostrou o novo colchão. “Os meninos amaram. Chico nem acorda, nem acorda”, brincou, filmando os dois cãezinhos deitados na nova cama. 

‘Demônio preferido’
A reação de Patrícia, que tinha saído para ir ao cinema por duas horas, ao ver seu quatro destruído, chegou a ir parar nos Trending Topics como um dos três assuntos mais comentados do Twitter no Brasil.

“Meu Deus. Eu quero chorar! Gente, olha isso! Olha o meu quarto, Chico. Desgraçado! Olha o que você fez no meu quarto, Chico. Meu, não dá. Eu vou devolver esse filhote, não tem condições. É um demônio. Chico, você é um demônio. Olha o que você fez no meu quarto”, desabafou a tutora do pet.

Entretanto, apesar de estar sendo colocado na parede pela sua mamãe, que o qualificou com diversos adjetivos nada amistosos — sendo “demônio” o preferido –, Chico demostrou tranquilidade.

Com certa dose de cinismo, ele observava a tutora soltando fogo pelas ventas enquanto fazia uma cara que, claramente, dizia que não tinha nada a ver com a destruição.

Em determinados momentos, Chico ainda virava a barriga pra cima, pedindo carinho. Com o rabo abanando, esperava o perdão pela destruição da cama, fronha e controle remoto.

FONTE- FOLHA REGIONAL

http://www.sexshopamorefantasia.com.br

Gripe canina: conheça os sintomas e os tratamentos

Marie teve gripe mas foi tratada em dois dias — Foto: Arquivo Pessoal

Com a mesma forma de transmissão, mesmos sintomas e mesmo tratamento, os cães também podem ter gripe. Tosse, espirros, secreção nasal são alguns dos sintomas da gripe canina, que é transmitida por meio de um vírus que se espalha no ar.

O animal contrai a doença pelo ar, e pode passar para outros animais pela tosse, espirro e até mesmo pelo latido.

Segundo a médica veterinária Amanda Reis, de São José do Rio Preto (SP), além de ser transmitida pelos próprios animais, o vírus pode se instalar em objetos usados pelos bichanos, e assim se tornar um meio de transmissão da doença.

“O vírus pode se instalar em tigelas, ração e em coleiras. Esses objetos contaminados se tornam um meio de transmissão da gripe canina”, diz.

Os sintomas variam com a gravidade da doença. Alguns apenas espirram e ficam com secreção no nariz. O caso da Marie, uma shitizu, foi um pouco mais complicado. Segundo a dona dela, Gisele Wakamatu, a cachorrinha teve vômitos e indisposição, além dos sintomas comuns.

“Ela começou a tossir, como se estivesse engasgado com alguma coisa. Em menos de uma hora já estava vomitando e deitada sem conseguir se levantar. Também percebi que o nariz estava muito úmido, fora do normal. Levei para veterinária e ela já começou a ser medicada. Tive que voltar à clínica veterinária, por alguns dias para medicação. A tosse melhorou em uns dois dias”, diz Gisele.

O tratamento é simples e, dependendo do caso, são receitados medicamentos que podem ser tomados em casa e em poucos dias os sintomas da doença não existem mais.

https://www.sexshopamorefantasia.com.br/

O caso da Marie, como foi tratado no tempo certo, não evoluiu para outras doenças, mas se não tratada corretamente, o que seria uma gripe comum pode evoluir para pneumonia.

“Cada caso é um caso, mas tem que ser tratado. A gripe pode virar uma pneumonia, que se não tratada, o animal pode vir a óbito”, diz Amanda.

*Colaborou sob supervisão de Marcos Lavezo

FONTE-G1

Conheça 6 raças de cachorro exóticas e raras

Pelado Peruano e Komondor e são algumas raças difíceis de serem encontradas e que chamam atenção pela aparência diferenciada

Para criar cachorros com características específicas, muitos cruzamentos monitorados foram realizados. Atualmente, estima-se que existam mais de 400 raças de cães , todas elas reconhecidas por algum Kennel Club ao redor do mundo. Entre elas estão muitas raças de cachorro exóticas e pouco conhecidas no Brasil. 

O que mais chama atenção para essas raças de cachorro exóticas é a aparência. A seguir mostramos seis delas, confira. 

Afghan Hound

Foto do cachorro de grande porte Afghan Hound
shutterstockO Afghan Hound é uma das raças mais antigas do mundo e teve origem no Afeganistão

O  Afghan Hound  é um cão de grande porte, imponente, que chama atenção pelo pescoço longo e pelo comprido e liso. Originário do Afeganistão, é uma das raças mais antigas do mundo.Ficou mais conhecida quando a boneca Barbie adotou com cão de estimação da raça que se chamava Beauty. Mesmo assim, é pouco conhecida pelos brasileiros.  

Cão da Serra de Aires 

Dois cães da raça Cão da Serra de Aires
Reprodução PinterestCão da Serra de Aires

A aparência despenteada é o que mais chama atenção para o Cão da Serra de Aires, que tem pelo longo, liso e ondulado. Originário de Portugal, a raça de médio porte é afetuosa e se dá muito bem com crianças. 

A impopularidade se explica pelo fato de, em 1990, a raça ter sido quase extinta. Isso só não aconteceu graças a um grupo de criadores que se esforçou para recuperar o número de exemplares. 

Cão de Crista Chinês

Cão de Crista Chinês
shutterstockO Cão de Crista Chinês está entre as raças de cachorro exóticas

A característica especial e exótica do  Cão de Crista Chinês é seu corpo sem pelos e a presença de pelos longos na cabeça, orelhas, rabo e patas – o que inclusive nomeia a raça.  Isso é possível porque ele carrega dois genes, o que o torna ainda mais especial. 

Komondor

Cachorro da raça Komondor
shutterstockOs pelos do Komondor se assemelha a dreads

O Komondor é o “cão de dreads”. Ele possui pelagem dupla: na camada interna os pelos são finos, na externa felpudos, longos e densos, que acabam se enrolando. Costumava ser utilizado para pastorear rebanhos de gados e ganhava vantagem por ser parecido com ovelhas. 

A raça quase entrou em extinção durante a Segunda Guerra Mundial e, depois, durante a Guerra Fria, que impôs termos às importações da Hungria e diminuiu o número de cães da raça nos EUA. 

Norwich Terrier

Cachorro da raça Norwich Terrier
shutterstockO Norwich Terrier é uma das menores raças de Terrier que existe

A raça é uma das mais recentes e já passou por muitas coisas, inclusive desaparecer sem motivo aparente, o que o tornou pouco conhecido mesmo após resurgir. O Norwich Terrier é uma das menores raças de Terrier e tem tamanho mini. Chama atenção pela fofura. 

Pelado Peruano

pelado peruano
shutterstockA raça Pelado Peruano só apresenta pelo na cabeça

O  Pelado Peruano também é conhecido como Perro Sin Pelo del Peru. A raça de cachorro exótica é muito antiga e considerada rara até em seu país de origem. Sua principal característica é a falta de pelo por todo o corpo e apenas um pouco na cabeça. 

FONTE- IG CANAL DO PET

https://www.sexshopamorefantasia.com.br/
CLIC E COMPRE