Advogado condenado a 12 anos de prisão por matar engenheiro recorre na Justiça e recebe liberdade

Defesa recorreu ao Tribunal de Justiça e pediu pra acusado aguardar julgamento em liberdade; pedido foi aceito. Ediberto Pinato foi condenado em 1ª instância por atirar contra vítima dentro da empresa onde trabalhava, em 2002, em Fernandópolis.EDIBERTO PINATO

advogado condenado a 12 anos de prisão por matar um engenheiro em Fernandópolis (SP), em 2002, conseguiu um habeas corpus nesta quinta-feira (27), três dias após o júri que o condenou, após a defesa dele entrar com recurso na Justiça.

Ediberto Pinato foi condenado em regime inicial fechado por homicídio doloso simples na decisão do júri popular realizado na segunda-feira (24).

Após três dias de prisão, a defesa do réu recorreu da sentença dada em primeira instância e Pinato deve passar por um novo julgamento no Tribunal de Justiça, mas não há data definida. No pedido, como esperou o julgamento em primeira instância em liberdade, a defesa também solicitou que ele aguarde em liberdade até o novo julgamento, pedido que foi aceito.

O Ministerio Público ainda não foi notificado e não há data definida para a decisão do TJ.

O crime

Segundo as investigações da Polícia Civil, Ediberto teria invadido uma sala da Sabesp, empresa responsável pelo saneamento na cidade, e atirado duas vezes contra o engenheiro José Carlos de Lemos.

Ainda de acordo a polícia, os dois eram amigos. A suspeita é de que a motivação do crime tenha sido passional, já que o advogado teria descoberto um caso da esposa dele com o engenheiro.

Durante todo o processo, o acusado alegou que foi à empresa para tirar satisfação com a vítima, mas o engenheiro teria colocado a mão na cintura como se fosse tirar uma arma e ele se defendeu.

Veja mais notícias da região no G1 Rio Preto e Araçatuba

Publicado por

IB TV Notícias

Fique bem Informados com a IB TV Notícias

COMENTE